Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título/Title/Titulo

Modulação da migração e morfologia celular de queratinócitos a partir de meio condicionado de células estromais mesenquimais derivadas de tecido adiposo humano

Introdução/Introduction/Introdución

A pele, por se tratar de um tecido externo está propensa a uma série de agressões, tais como trauma mecânico, queimaduras ou feridas crônicas. A cicatrização de feridas é o processo pelo qual o tecido do corpo se conserta após um trauma, abrangendo uma série de sinalizações químicas, deposição de matriz extracelular, proteólise e proliferação celular. A re-epitelização da pele no local da injúria também requer a migração rápida e coordenada de queratinócitos para o leito da ferida, possibilitando o remodelamento e funcionalidade do tecido regenerado.Terapias de regeneração epitelial vêm sendo desenvolvidas com células e matrizes através de diferentes técnicas de cultivo e tem demonstrado um grande potencial terapêutico na cicatrização de lesões de pele. As células estromais mesenquimais (MSCs) são células multipotentes, com capacidade de diferenciação em células especializadas, tais como osteoblastos, condrócitos e adipócitos. Possuem capacidade de auto-renovação e viabilidade em longo prazo. Além da função de reposição celular, secretam elementos tróficos e imunomoduladores que podem ser úteis no tratamento de uma série de condições clínicas.

Objetivos - Metodologia - Resultados - Discussão dos Resultados/Objectives - Methodology - Results - Discussion of Results/Objetivos - Metodología - Resultados - Discusión de los resultados

A capacidade regenerativa da pele é orquestrada por diferentes tipos de células, incluindo células estromais mesenquimais (MSCs). Seu papel na cicatrização de feridas vem sendo amplamente estudado, devido à sua capacidade de produzir um secretoma capaz de modular
seu microambiente. Neste trabalho, investigamos a influência do meio condicionado (MC) proveniente de MSCs de tecido adiposo na resposta mecânica de culturas de queratinócitos HaCaT. O estudo de parâmetros celulares, como a morfologia e migração, são de grande interesse devido ao seu papel importante nos processos biológicos tais como embriogênese, morfogênese tecidual e regeneração.
As MSCs foram isoladas de tecido adiposo abdominal humano proveniente lipoaspirados humanos doados (REC-ISCMPA nº882968), o tecido foi processado e as células foram isoladas e cultivadas em atmosfera controlada. A identidade mesenquimal das células foi confirmada através de diferenciação celular. Ao confirmar as características das células, estas foram expandidas em laboratório para a confecção do meio condicionado (MC). Os queratinócitos humanos imortalizados (HaCat) tiveram sua viabilidade analisada através de contagem com azul de tripan, a migração celular foi avaliada através do ensaio "scratch wound assay", e a morfologia celular foi analisada através de coloração do citoesqueleto por actina e o núcleo foi avaliado através de Análise Morfométrica Nuclear (NMA) realizada por software. As MSCs derivadas do tecido adiposo exibiram morfologia fusiforme alongada (semelhante a fibroblastos), potencial de autorrenovação e aderência plástica. Sua multipotência foi demonstrada pela incubação das células em meios capazes de promover a diferenciação nas linhagens condrogênicas, adipogênicas e osteogênicas. Culturas de queratinócitos tratadas com MC revelaram aumento nas taxas de proliferação, quando comparadas ao controle negativo em 24 horas de cultivo e migraram mais rapidamente, fechando maior parte da lesão no ensaio de migração.

Considerações Finais/Final considerations/Consideraciones finales

Este estudo permitiu evidenciar que os fatores secretados por MSCs derivadas de tecido adiposo humano tem o potencial de regular a forma e causar a disseminação de queratinócitos humanos, esse conhecimento é essencial para melhor estabelecer a segurança e a eficácia das terapias baseadas em células.

Palavras-chave/Key words/Palabras clave

regeneração/pele/reparo

Área

Mesenchymal stem cells/adultas

Autores

CARLA ZANATELLI, CRISTIANO RODRIGUES, MÁRCIA ROSÂNGELA WINK, LILIANA IVET SOUS NAASANI, THAÍS CASAGRANDE PAIM, JÉSSICA GONÇALVES AZEVEDO